quarta-feira, 18 de março de 2009

PARA AQUELES QUE CRITICAM O BOLSA FAMÍLIA

Muitos criticam o Programa Bolsa Família, principalmente aqueles nasceram em "berço de ouro" e nunca tiveram dificuldades materiais na vida.
Recomendo a todos que leiam a matéria sobre estudo da OIT - Organização Internacional do Trabalho CLIQUE AQUI para ler.

4 comentários:

  1. Sem dúvida essa matéria feita pela OIT, nos faz avaliar nossos conceitos sobre a importância do projeto bolsa família. Não sou da esquerda nem da direita, no entanto como todos os seres humanos, os políticos também erram, e muitas vezes erram feio...Com certeza a finalidade do bolsa família é realmente ajudar pessoas que precisam, e sem dúvida alguma, se essas pessoas ajudadas forem de fato as mesmas que tempos atrás não tinham renda nem para se alimentarem, com certeza agora serão milhões de reais se somados de todos os beneficiários que estarão sendo injetados na economia interna, seja direta ou indiretamente. No entanto como dizia outra matéria isso deve ser fiscalizado, até mesmo fiscalizar se o que as famílias de fato estão comprando com este benefício, é realmente produtos que integram a cesta básica.

    ResponderExcluir
  2. Denise 4º ano Economia1 de abril de 2009 16:20

    Concordo com o comentáio acima,também não sou de direita e nem de esquerda...e não nasci em berço de ouro...o que acontece é que como diz o ditado, os bons pagam pelos maus...td bem que o programa estimula o consumo interno dos menos favorecidos, estimula a demanda, promove o desenvolvimento, mas a questão é que existem pessoas e pessoas... pessoas que recebem o benefício e o usam de forma adequada, dentro do real intuíto do programa (alimentação, mateial escolar, roupa para as crianças), mas há aqueles que pegam o dinheiro das esposas e vão para o butequinho da esquina...ou ainda aqueles que cadastram seus animaizinhos de estimação no BF...rsrs...não sei se tiveram oportunidade de ler, mas o felino felizardo se chamava Billy da Silva Rosa, pois é...era um gato... e recebeu o benefício por 7 meses, só sendo descoberto quando o agente de saúde deslocou-se até a residencia para pesar a "criança"...e o mais absurdo é que o pai da criança era o coordenador do BF naquela cidade...quer dizer, vamos confiar em quem? Então para que realmente funcione e não dê o que falar, se faz necessário uma fiscalização acirrada, além é claro da conscientização das pessoas...caso contrário a desconfiança vai continuar pairando sobre a mente de muitos!!!!

    ResponderExcluir
  3. Juliana Cristina Gonçales, 4° ano19 de abril de 2009 11:27

    O Bolsa Família pode ser um programa de incentivo a população mais pobre, e também um estímulo ao mercado interno, porém o primordial seria acarretar uma vida mais digna a populção. Mais acredito que este programa sirva para este fim, em lugares em que a população seja muito pobre, como exemplo o nordeste, já que em lugares onde há mais possibilidades de emprego o que ocorre, por exemplo (fato que eu já pudi presenciar) é que as mães recebem esse dinheiro e em vez de investir em material para seu filho estudar, ou uma aimentação melhor, elas vão em lojas comprar (o que não é necessário, mas um supérfluo) e até deixam os cartões com a senha como garantia de pagamento, muitas vezes o póprietário da loja recebe o benefício e depois de paga a dívida devolvem o cartão, então frisando reportagem anterior, é necessário mais fiscalização.

    ResponderExcluir
  4. Lenita 2º Ciências Econômicas28 de abril de 2009 04:03

    Eu acredito no Bolsa Família , dar alimento ao povo é obrigação do governo, e não tem nada de "Bondade" , é dever dos governantes e direito do povo!
    Porém, há muitas falhas no programa que o tornam ineficaz...
    Estive lendo há um tempo atrás que no município de Minas Gerais, foram identificadas 300 famílias que estavam recebendo irregularmente o benefício. Foram descobertos beneficiários que tinham carros, motos e até fazendas, isso não é um absurdo...imagine ainda, que este benefício não é assim um valor exorbitante são R$ 65,00 por mês para famílias com renda per capita mensal de até R$ 100,00.
    Para pensar; há ainda aqueles que não querem trabalhar, para não perder o benefício...é pra rir! Uma senhora afirmou que iria parar de trabalhar como diarista por que sua renda iria ultrapassar os R$ 100,00, e ela iria deixar de receber o bolsa família, então pela facilidade, resolveu ficar em casa....O governo banca!!!

    ResponderExcluir

LEIA COM ATENÇÃO!

Este espaço é para você fazer o seu comentário sobre a postagem ou mesmo sobre o blog como um todo. Serão publicados todos os comentários a favor ou contra, desde que não contenham textos ofensivos.
Os comentários serão publicados até 24 horas após o envio.

Se você NÃO quiser se identificar, marque o seu perfil como ANÔNIMO e envie. Se você QUISER se identificar, marque o seu perfil como NOME/URL, escreva o seu nome no campo NOME e deixe o URL em branco e envie.