terça-feira, 19 de setembro de 2017

BLOG PROSAPOEMAPASTEL

Fiz uma matéria no Blog do Maybuk, sobre a vinda do professor Júnior Cesar Castilho para proferir palestra na Biblioteca Municipal Egydio Martello e dentre outros comentários no Blog, acabei de ler um muito interessante da colega de AME - Associação Mourãoense de Escritores, Silvia Novaes Fernandes que tem um blog bem interessante, o qual foi anexar o link entre os indicados de boa leitura.
E como amostra vejam que matéria interessante sobre a comemoração dos 60 anos da biblioteca. CLIQUE AQUI para ler.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

PROFESSOR JÚNIOR CESAR CASTILHO FEZ BELO TRABALHO EM CAMPO MOURÃO-PR







No dia 15 de setembro 2017, às 19h30 min, a Biblioteca Municipal Professor Egydio Martelo, recebeu o ilustre professor Júnior Cesar Castilho.  

O professor Castilho é graduado em Letras e com outras especializações, para melhor trabalhar desde a literatura na infância até a fase adulta.

Atualmente, reside em Umuarama-Pr e trabalha no Instituto Federal do Paraná - Campus de Umuarama-Pr.

Reproduzo a seguir o relato de uma das presentes no evento:

"No auditório da biblioteca, encantou a todos com a palestra "Livros que falam ... no eterno instante do acontecendo".

"Mostrou sua desenvoltura com as artes cênicas adotando-a para instigar ainda mais o público.

Como um mágico, iniciou a palestra com a fala do professor Egydio Martello e protagonizou personagens desde "A Menina Bonita do Laço de Fita", fazendo um caminhar brilhantemente cênico em todas as faixas etárias, bem como, o tipo de leitura apropriado a cada momento. E hipnotizou o público com a obra de Dalton Trevisan, "O Vampiro de Curitiba", incorporando o Nelsinho, personagem central da obra. (Possivelmente, haverá muitas procuras pela obra).

domingo, 17 de setembro de 2017

JANTAR PT DE CAMPO MOURÃO-PR SETEMBRO DE 2017














Tive o imenso prazer de estar com companheiros e companheiras do Partido dos Trabalhadores em um jantar agora no sábado 16 de setembro de 2017.

Quero parabenizar o presidente do PT municipal Mário Lima pelo evento que contou a presença do deputado estadual professor Lemos.

Nosso partido tem tudo para comemorar. Segundo pesquisa recente voltou a ser o partido de maior simpatia dos brasileiros com 20% seguido de longe pelo PMDB com 6%. De acordo com previsão após a estrondosa caravana do Lula pelo nordeste, deve subir para 25% de aceitação.

Partido com maior crescimento de filiados. Partido que mais filia jovens.

Sem contar a liderança absoluta do ex-presidente Lula em todas as pesquisas de todos os institutos. 

E olhe que o PT sofre massacre da grande imprensa 24 horas por dia e de parte do Ministério Público e Judiciário.   

Parabéns a todos e a todas que combatem sempre o bom combate. O jantar estava uma delícia. Espero que tenha outros com mais frequência.

REUNIÃO DA AME - SETEMBRO DE 2017









No sábado 16 de setembro de 2017, tive o prazer de participar da reunião ordinária da AME -Associação Mourãoense de Escritores do qual faço parte na condição de amante da leitura.

Dentre vários assuntos tratados destacou-se a campanha Biblioteca Municipal Prof. Egydio Martello "Eu Valorizo" que nesse ano vai completar 60 anos. Também todos os presentes receberam convites para comparecerem na Câmara Municipal de Campo Mourão-Pr no dia 29 de setembro de 2017, ocasião em que a Biblioteca Municipal Prof. Egydio Martello vai receber a importante Comenda 10 de outubro.

A AME atualmente é presidida pelas escritoras Fátima Saraiva e Fátima Braga - respectivamente presidenta e vice-presidenta.  

MINHA PARTICIPAÇÃO NO SECISA UNESPAR CAMPUS DE CAMPO MOURÃO - 2017







Dia 15 de setembro de 2017 aconteceu o último dia do evento III SECISA Seminário dos cursos de Ciências Sociais Aplicadas da Unespar campus de Campo Mourão-Pr O evento envolveu docentes e discentes das áreas de: Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Turismo, Engenharia de Produção Agroindustrial e demais áreas das Ciências Sociais Aplicadas.
O evento aconteceu  nos dias 13 a 15 de setembro de 2017, com palestras e  comunicações orais de trabalhos científicos oriundos de trabalhos de pesquisa e/ou extensão. 

O coordenador geral foi o professor do colegiado de ciências econômicas professor Jesus Crepaldi.

A comissão organizadora foi composta por: Adalberto Dias de Souza., André Ricardo Bechlin, Aron Marcos Ribeiro da Silva., Annamaria Artigas, Dieter Randolf Ludewig, Geisibel Maria Pinheiro,Giuliano T. Negri, Isielli Mayara Barzotto Tierling, Jéssica Rodrigues dos Santos, Juliana Carolina Teixeira, Marcelo Marchine Ferreira, Marcos Junio Ferreira de Jesus, Marcos Schebeleski, Rafaela de Lima Silva, Rony Peterson da Rocha, Rodrigo Monteiro da Silva, Sérgio Luiz Maybuk,Simone Vassallo Monteiro, Tiago Martins da Silva, Tito J Adalberto Alfaro Serrano e Yeda Maria Pereira Pavão.

Eu participei da abertura na condição de ouvinte da abertura e do encerramento, ocasião em que aconteceram duas grande palestras  e no segundo dia fui coordenador da comunicações na sala D23 conforme as fotos acima.

Foram apresentados os seguintes trabalhos:
A ECONOMIA CRIATIVA E A ECONOMIA SOLIDÁRIA NO FORTALECIMENTO DOS ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS, de autoria de  João Marcos Borges Avelar, Marcos Junio Ferreira de Jesus, Kelly Cristina Romanhuk.

RITMO DE CRESCIMENTO ECONÔMICO DOS MUNICÍPIOS DA MICRORREGIÃO DO PARANÁ, NOS ANOS DE 2006 A 2014, de autoria de  Leandro Ribeiro de Andria, Natalia Aparecida Machado e André Ricardo Bechlin.

DESEMPENHO DOS SETORES E SUBSETORES ECONÔMICOS NA MESORREGIÃO CENTRO OCIDENTAL DO PARANÁ NOS ANOS DE 2005 A 2015 COM ENFOQUE NA EMPREGABILIDADE, de autoria de Josimari de Brito Morigi, Jéssica Rodrigues dos Santos, Silvio Thomé Junior e Yeda Maria Pereira Pavão.

ESTUDO SOBRE A PARTICIPAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO PARANÁ NA ECONOMIA de autoria de Jesus Crepaldi e Luciana Aparecida Bastos.

A TEMÁTICA DA ECONOMIA E O MEIO AMBIENTE NOS MUNICÍPIOS PARANAENSES DE CAMPINA DA LAGOA,GOIOERÊ E UBIRATÂ, COM ENFOQUE NAS COLETAS CONVENCIONAL E SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS de autoria de Sérgio Luiz Maybuk.
Esse trabalho especificamente só possível a realização pela gentileza e colaboração de Danielli Casarin Vilela Cansian da prefeitura municipal de Campina da Lagoa-Pr, de Mauro Maximiano da prefeitura municipal de Goioerê-Pr e Antonio Hideraldo Magron, Cleidynei Aparecida da Silva Carvalho e Marcos Retamiro, da prefeitura municipal de Ubiratã. 

O  REGIME DE METAS DE INFLAÇÃO NUMA PERSPECTIVA BRASILEIRA NO PERÍODO DE 1999 A 2015, de autoria de Willian Henrique Rodrigues Vedovati e Silvio Thomé Junior.

No final das apresentações ocorreu um belo debate conduzido pelos professores Paulo Roberto Santana Borges,Sérgio Luiz Maybuk e Vinicius  Vidigal com a participação de vários dos acadêmicos presentes.








domingo, 10 de setembro de 2017

X ADM SOLIDÁRIA - COLEGIADO DE ADMINISTRAÇÃO UNESPAR CAMPUS DE CAMPO MOURÃO-PR














Hoje, 10 de setembro de 2017 aconteceu no Celebra Eventos, o X ADM SOLIDÁRIA - A solidariedade em ação - Porco no tacho. 

O evento nasceu de uma disciplina do professor dr. Marcos Junio Ferreira de Jesus e neste ano completou sua décima edição de sucesso total. É promovido pelo Colegiado Administração da Unespar campus de Campo Mourão, com apoio da Campo Graf e a arrecadação para Casa de apoio dos doentes de câncer e CTR - Comunidade Terapêutica Redenção.

A organização, docentes e discentes envolvidos estão de parabéns e a comunidade que adquiriu os ingressos e prestigiou o evento  fez uma bela ação em prol dos necessitados.     

ATÉ A CEGONHÓLOGA JÁ ADMITE O FRACASSO DO GOLPE NA ECONOMIA

O golpe instalado no Brasil é um desastre total. Até os cachorros vira latas que perambulam pela Praça São José em Campo Mourão-Pr, sabem bem disso.
A jornalista econômica da globo a Mirian Leitão, chamada de urubóloga nos governos petistas em que se chegou ao menor desemprego da história e agora incrivelmente passou a ser cegonhóloga no desgoverno do morto vivo com cara de drácula Michel Temer , em que o nível de desemprego é assustador.
Agora até ela começa a reconhecer o fracasso retumbante do golpe que ajudou propagar, tal qual o fracasso de bilheteria do filme "a lei é para todos MENOS PARA O PSDB.
Vejam a matéria do Conversa Afiada. CLIQUE AQUI para ler.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

MONOGRAFIA SOBRE O MST E A IDEOLOGIA VENCE A CATEGORIA DE MONOGRAFIA DE ECONOMIA PARANAENSE PELO CORECON-PR

Tive o prazer de ler uma bela monografia de conclusão de curso da área de ciências econômicas.

Ela ficou em primeiro lugar no Prêmio Paraná de Economia - Categoria "Economia Paranaense" promovido pelo Conselho Regional de Economia - CORECON, que em 2017 foi entregue no Teatro Municipal de Campo Mourão-Pr, na ocasião fiz matéria. CLIQUE AQUI para ler.  

É da Unioeste campus de Francisco Beltrão-Pr - Curso de Ciências Econômicas, intitulada " MST E IDEOLOGIA: A TEORIA E A PRÁTICA NO ASSENTAMENTO CELSO FURTADO, de autoria de Renata Cattelan e orientação do professor dr. Marcelo Lopes de Moraes e avaliada no curso pela banca examinadora, além do orientador, pela professora dra. Fernanda Mendes Bezerra e o professor dr. Jaime Antonio Stoffel.

A coordenadora de monografias citada no trabalho, para minha grata satisfação é uma ex-aluna nossa, cursou ciências econômicas no campus de Campo Mourão, a professora Edicleia Lopes da Cruz Souza.

Vou tecer alguns comentários sobre o belo trabalho acadêmico, preservando suas principais conclusões, porque me parece ainda não está disponibilizado para o público. Só tive acesso por email, porque conversei com a autora e o orientador no dia do evento e ela por me ver interessado no tema, enviou por email e disse que em breve terá um artigo publicado a partir da referida monografia. De início, sugiro ao dois que publiquem um livro pois o conteúdo é muito bom e pode servir para o debate sobre o MST, os acampamentos, assentamentos e a tão necessária reforma agrária.

A primeira consideração que penso ser necessária, foi a não discriminação do colegiado de ciências econômicas do referido campus, num tema envolvendo positivamente o MST e principalmente por não ter havido discriminação pelo CORECON. Isso mostra maturidade e pluralidade na divulgação e estudo das diversas linhas do conhecimento científico.

Na monografia, há uma constatação que a concentração de terras no Brasil ao longo de décadas, praticamente continua quase inalterada. Sou obrigado a fazer referência à minha própria monografia de conclusão de curso intitulada "A pobreza e distribuição de renda no Brasil" elaborada em 1994 e naquela época eu já abortava lastimável concentração de terras existentes no Brasil e que infelizmente pouco mudou de lá para cá.

A autora reconhece o MST como um dos maiores movimentos sociais do mundo.

A monografia tem na sua fundamentação teórica importantes autores. Vou citar todos para que o leitor e a leitora possam ter uma noção. Constam na bibliografia Althusser, L.; Altmann, W; Andrade, M.C.; Bacha, C.J.C.; Balsadi,O.V.; Battisti, E.; Caldart.R.S.; Campos, M.P.;  Carvalho, H.M.; Chaui, M.; Coca. E.L.F.; Conte, A.; Costa, C.; Costa, F.A.;  Dezemone, M.; Engelmann, S.I.; Engels, F.; Fachin, O.; Fernandes, B.M.; Fontes, V.; Frank, A.G.; Gohn, M.G.; Grisa, C.; Schneider, S.; Hourtart. F.; Lenin, V.; Maestra, M.; Magnoli, D.; Marx, K.; Mattei, L.; Mazoyer, M.; Mezzadri, F.P.; Morissawa, M.; Moura, C.; MST;  Muller, C.C.; Neves, D.P.; Nunes, D.P.; Pegoraro, E.; Pessoa, J.M.; Pomar, W., Priori, A.;Pronko, M.; Prous, A.; Rodrigues, L.; Roos, D.; Roudart, L.; Rousseau, J.J.; Sabourin, E.; Silva, A.B.; Silva, J.G.; Souza, J.; Souza, N.A.; Stedile, J.P.; VATICANO; Welch, C.A.

A pesquisa de campo se dá  no Assentamento Celso Furtado, localizado no município de Quedas do Iguaçú-Pr a amostra teve 43 famílias.

A autora destaca toda a história da criação do MST e para quem não sabe foi criada num evento em Cascavel-Pr.    

A pesquisa trouxe dados do grande número de assentamentos na região de Guarapuava-Pr.

A pesquisa traz um comparativo de criação de assentamentos nos governos FHC, Lula e Dilma e mecanismos de apoio criado em tais governos.

O trabalho apresenta , embora em apenas dois momentos, problemas relacionados à discriminação do poder público municipal com assentados. Num caso, as estradas até chegar ao assentamento são quase primitivas, a autora não afirma, mas é bem possível que muitas vezes há descaso consciente em não arrumar estradas por discriminação e há uma afirmação que me deixou triste, em que um assentado denuncia que ao declarar que é assentado, não é atendido em determinada unidade de saúde. Se tal afirmação é realmente verdadeira, caracteriza-se como algo desumano e inadmissível. 

O estudo apresenta uma importante constatação sobre a diferença de atitude dos acampados em relação aos assentados e com certeza, quem tiver posse do material para ler, especialmente quem é do MST e outros que estudam e pesquisam os acampamentos e assentamentos, ou mesmo, os que convivem com as pessoas que neles fazem parte, poderão refletir sobre a situação.

E finalmente aborda os problemas que os assentados enfrentam depois da conquista da terra, no que se refere a infraestrutura, moradia, crédito, apoio governamental, educação, saúde, necessidade de cooperativas etc.

A autora e o orientador estão de parabéns pelo prêmio recebido e por tratar com tanta propriedade de um tema tão delicado. Mais uma vez insisto que seria muito interessante a monografia tornar-se um livro. Iria ser uma grande contribuição para muita gente.     

GRANDE CRIATIVIDADE DOS ORGANIZADORES DO VESTIBULAR UNESPAR 2018

Grande criatividade dos organizadores do vestibular Unespar 2018. Vejam que vídeo legal CLIQUE AQUI para assistir.

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

A DIFERENÇA ENTRE ALGUMAS AUTORIDADES MOURÃOENSES E O PÚBLICO QUE FOI ASSISTIR O DESFILE DE 7 DE SETEMBRO

Hoje levantei bem cedo e fui assistir o desfile de 7 de setembro em Campo Mourão-Pr.
Eu tinha dois motivos especiais, o primeiro motivo era ver meu enteado Matheus Gabriel desfilar pelo Tiro de Guerra. Muito lindo, emocionante que inclusive arrancou lágrimas do pai dele que veio lá de Foz do Iguaçú-Pr para vê-lo desfilar. 

O segundo motivo era me juntar no final da fila, depois que todos tivessem desfilado, com os companheiros da Frente Brasil Popular que reúne os excluídos da sociedade (companheiros firmes do MST) e demais representações como o Sindicado dos bancários, Sindicato dos servidores municipais, Sindicato da saúde, Sindicato da Eletrosul e outros mais que estavam lá e os companheiros e companheiras professores e professoras vestidos de preto, simbolizando o momento triste, horrível, terrível que o Brasil está vivendo.

Pois bem, como diria o gênio Ariano Suassuna, nosso grupo portava faixas denunciando várias barbaridades que o governo golpista atual, avalizado por uma câmara de deputados e um Senado Federal, na sua ampla maioria, composta por parlamentares que atuam de costas para o povo, aliás, os historiadores têm destacado que a atual câmara federal é possivelmente a pior da história.

Entramos na fila saindo do Clube 10 de outubro e o público dos dois lados da rua nos recebeu com sorrisos, sem vaias, boa parte fotografando, porque se identificaram com o que estava escrito nos cartazes e nas faixas e fomos avançando, quando fomos nos aproximando do palco aconteceu uma das coisas mais vergonhosas e ridículas que eu já na minha querida cidade de Campo Mourão-Pr da qual sou natural.

O locutor antes mesmo do último grupo terminar o desfile, desesperado, foi encerrando o evento, mandou aumentar o som e as "autoridades" saíram correndo do palco como se corre da polícia.

Eu não pude ver a cara de nenhum deles e delas, não deu tempo e olha que eu estava logo nas primeiras filas do nosso grupo que não era pequeno.

Não sei quem estava lá no palco, mas me desculpem a sinceridade, foi uma coisa vergonhosa, um total desrespeito com munícipes trabalhadores, pagadores de impostos, consumidores e frequentadores de todos os espaços públicos que estavam se manifestando. Eu e vários dos e das colegas que estavam ali, vamos ao teatro, vamos aos eventos da academia mourãoense de Letras,  vamos aos eventos da Associação Mourãoense dos Escritores, vamos às festas populares, NÃO SOMOS BANDIDOS e merecíamos um mínimo de respeito dos que estavam na "Tribuna de Honra" para saírem nas fotos.

Mas em compensação como diria a "Poliana", o que realmente nos interessou foi o público que não arredou o pé, fotografando, sorrindo, aplaudindo e também os colegas da imprensa que registraram a nossa participação e que talvez tenham capturado a fuga em massa dos componentes da "Tribuna de Honra".

Sete de setembro é um dia de luta e hoje especialmente um dia de luto. Eu só tenho a lamentar a atitude deplorável que assisti por um lado e comemorar a estratégia frustrada tão comumente usada para tentar burlar manifestações populares, por parte de parcelas de nossos representantes na sociedade .
Dia 10 de outubro é provável que estejamos no desfile novamente e vamos ver se a história muda.

Viva o dia da independência do Brasil, porque é necessário sempre combater o bom combate.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

CAMPO MOURÃO SEDIOU ENTREGA DO PRÊMIO PARANÁ DE ECONOMIA ANO 2017

Campo Mourão sediou entrega do Prêmio Paraná de Economia - ano 2017.

Foi realizado no Teatro Municipal de Campo Mourão-Pr.

A escolha do local se deu pelo bom entrosamento do delegado regional do Conselho Regional de economia - CORECON professor do colegiado de ciências econômicas Jesus Crepaldi com a presidência do Conselho em Curitiba professora aposentada da UEPG Maria de Fátima Miranda.

Dentre as autoridades de Campo Mourão, além do delegado do Corecon regional já citado, estavam presentes na mesa de honra representando o prefeito municipal de Campo Mourão-Pr  Tauilo Tezelli   o vice-prefeito Beto Voidelo, o diretor do campus professor João Marcos Borges Avelar, o diretor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas professor dr. Adalberto Dias de Souza e o coordenador do curso de Ciências Econômicas professor dr. Tito Jerónimo Adalberto Alfaro Serrano.

Teve apresentação cultural coordenada pela professora dra. Luciana Aparecida Bastos e particularmente dando orgulho ao município, tivemos a entrega do prêmio da segunda melhor monografia de conclusão de curso categoria economia paranaense, escrita pela graduada Karine de Souza Brandalize Fantini e orientada pelo professor dr. Paulo Roberto Santana Borges. CLIQUE AQUI para ler matéria completa.      

domingo, 3 de setembro de 2017

ENCONTRO DO PT REGIONAL EM CAMPO MOURÃO-PR































O PT, ao contrário do que muitos imaginavam continua mais vivo e firme do que nunca. 
No Brasil inteiro e em Campo Mourão não é diferente. E um dado interessante é o aumento de filiações depois do golpe, especialmente de jovens. 
Há dados também que companheiros que haviam saído no partido estão voltando novamente. 
No último sábado, na câmara municipal de Campo Mourão-Pr tivemos um belo encontro. Companheiros de várias partes da COMCAM e a presença importantíssima dos deputados federais Enio Verri e Zeca Dirceu e o do deputado estadual Professor Lemos. 
Na sexta feira, no auditório da Unespar campus Campo Mourão-Pr, veio para discutir autonomia universitária e o desmonte da universidade pública o deputado estadual Tadeu Veneri.
A previsão pelo que estamos acompanhando é que o PT vai ampliar seu número de deputados estaduais e federais, especialmente se não acontecer o tapetão e o Lula possa ser candidato.