quinta-feira, 3 de maio de 2012

PARTICIPAÇÃO NO 5º ENCONTRO PARANAENSE DE ECONOMIA SOLIDÁRIA


PARTICIPANTES DA PLENÁRIA (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
PARTICIPANTES DA PLENÁRIA (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
PARTICIPANTES DA PLENÁRIA (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
PARTICIPANTES DA PLENÁRIA (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
PROFESSOR E VEREADOR DE CAMPO MOURÃO JOSÉ POCHAVSKI AO LADO DO PROFESSOR SÉRGIO LUIZ MAYBUK (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
AO MICROFONE AGUINALDO GERMANO DA SILVA - CATADOR DE PAPEL E RECICLÁVEIS - PRESIDENTE DA COOPERCENTRAL - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
SENHORA CATADORA DE PAPEL E RECICLAGEM NO SEU PRONUNCIAMENTO - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
SENHORA CATADORA DE PAPEL E RECICLAGEM NO SEU PRONUNCIAMENTO - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
AO MICROFONE PROFESSOR DOUTOR JOSÉ OZINALDO DA SILVA - COORDENADOR DO NÚCLEO DE AGROECOLOGIA DA UEM  - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
A PRIMEIRA MULHER DA ESQUERDA PARA A DIREITA: A PISCICÓLOGA COLOMBIANA ZORAIDA ROA LARROTA - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR) 
FOTO DO MOMENTO DA ESCOLHA DOS DELEGADOS PARA O FORUM ESTADUAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
O SEGUNDO DA ESQUERDA PARA DIREITA ENGENHEIRO AGRÔNOMO MÁRCIO ALEKSANDRO DANIEL - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
AO CENTRO EDSON LEONARDO PILATTI - ASSESSOR DO DEPUTADO FEDERAL DR. ROSINHA - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
O PRIMEIRO DA ESQUERDA PARA A DIREITA O PROFESSOR DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ TARSÍCIO MIGUEL TEIXEIRA - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
PROFESSOR E VEREADOR JOSÉ POCHAPSKI E O PROFESSOR SÉRGIO LUIZ MAYBUK - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
PROFESSOR E VEREADOR JOSÉ POCHAPSKI E A ASSESSORA TÉCNICA DA CONSTRUÇÃO DO CAMPUS UNESPAR/FECILCAM CLAUDINÉIA PEREIRA LOPES - CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
FOTO ENCERRAMENTO DO ENCONTRO - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
PLENÁRIA DO ECONTRO - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
À DIREITA - NIVALDA ROY - SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BANCÁRIOS - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
ARMELINDO ROSA DA MAIA - POPULAR BEA DO MST E COORDENADOR DA ESCOLA MILTON SANTOS AO LADO DO PROFESSOR SÉRGIO LUIZ MAYBUK (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)
PRESIDENTE DA COOPERCENTRAL AGUINALDO GERMANO DA SILVA AO LADO DO PROFESSOR SÉRGIO LUIZ  MAYBUK - (CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)


No dia 30 de abril de 2012, participei na cidade de Paiçandu-Pr, na Escola Milton Santos construída pelo MST do 5º Encontro de Paranaense de Economia Solidária (fase regional), organizado pela Secretaria de Estado, do Emprego e Economia Solidária que é coordenada pelo Sr. Luiz Cláudio Romanelli.

De Campo Mourão, se não me falha a memória, além de mim, estavam presentes a Claudinéia Pereira Lopes (assessora técnica da Construção do Campus da Unespar/Fecilcam), o professor e vereador José Pochapski, a representante do  Sindicato dos Bancários Nivalda S. Roy e a funcionária da Secretaria Estadual do trabalho Rosangela Mançano.

Foi um dia todo muito proveitoso, na Escola Milton Santos de Agroecologia a qual recomendo a todos conhecerem.

Assistimos a diversos pronunciamentos sobre o rumo da economia solidária no Estado do Paraná e confesso que fiquei muito feliz em ouvir dois ilustres catadores de papel. Uma senhora que não anotei o nome e que aparece com o microfone em uma das fotos abaixo e o atual Presidente da Coopercentral Aguinaldo Germano da Silva, que na simplicidade, explicaram a todos os presentes a vida dura e ingrata dos catadores de papel e reciclagem em Maringá-Pr.

O Edson Leonardo Pilatti assessor do Deputado Dr Rosinha e um dos participantes do evento, dentre várias colocações, fez uma importante observação sobre a economia solidária, ou seja, embora ela atualmente é uma grande alternativa para as comunidades menos favorecidas, não é essencialmente para pobres. Segundo Pilatti, até os trabalhadores da Microsoft poderiam trabalhar em regime de economia solidária e o importante aí, é que em vez do lucro ir para o Bil Gattes, pode ser dividido por todos os trabalhadores.

O coordenador da Escola Milton Santos Armelindo Rosa da Maia (Bea) disse que a camada menos favorecida sofre, mesmo quando produz bastante. Destacou como exemplo, que a produção de arroz dos assentados paranaenses chegam a 300 mil sacas por ano, uma das maiores produções do Estado e não podem vender para o governo estadual, que só compra da Zaeli para o fornecimento da merenda escolar. O MST obriga-se a vender para cerealistas (atravessadores) que muito provavelmente vendem o arroz adquirido para a própria Zaeli.   

No final do evento, escolhemos os delegados que irão participar do Encontro Estadual em Curitiba. Representando Campo Mourão foram escolhidos como efetivo Nivalda S. Roy e suplente Sérgio Luiz Maybuk.

Alem de todo o aprendizado que tive para consolidar a ideia da criação da Incubadora Universitária de Economia Solidária de Campo Mourão, que deverá ser efetivada ainda neste mês, pude conhecer algumas pessoas importantes, além das já nominadas no texto, destaco a psicóloga Zoraide Roa Larrota, o engenheiro agrônomo Márcio Aleksandro Daniel , o também engenheiro agrônomo e professor do Instituto Federal do Paraná Tarsicio Miguel Teixeira e o coordenador da Escola Milton Santos o Armelindo Rosa da Maia, conhecido no MST por Bea.     

3 comentários:

  1. Esta forma de produção, consumo e distribuição de riqueza, que objetiva a valorização do ser humano e não do capital.É algo que as pessoas devia valorizar mais, ter mais atenção pois tem como finalidade a reprodução ampliada da vida.Algo que pareçe estar cada dia mais longe de alguns seres humanos.Valorizar a vida essencial para uma nova sociedade....

    ResponderExcluir
  2. Hola Professor Sergio. Seu blog é importante como meio de comunicação. Eu sou uma pessoa que também não concorda com o sistema econômico instalado na sociedade. Mas, acredito que se nós seres humanos, que estamos exercitando consciência reflexiva da realidade, podemos ajudar outros seres humanos a desenvolver o seu potencial humano para a reinvenção de uma economia mas justa para todos, assim minimizará o consumo exagerado, a industria cultural entre outras situações/problema que vemos na sociedade. Um prazer conhecer você e as pessoas que foram destacadas no su blog. Um abrazo a todos.

    ResponderExcluir
  3. Sonia Maria da Silva10 de maio de 2012 05:02

    Com a economia solidaria pode se ver, que as iniciativas de cooperativas montadas por pessoas menos favorecidas, é uma esperança de mudança no sistema em que vivemos, o exemplo da Microsoft é quase impossível de se realizar, pois grandes empresas estão preocupadas somente com os seus lucros, e para eles o quadro de funcionários só os interessa quando seu rendimento aumenta, mas se ocorresse uma iniciativa de uma grande empresa conhecida, de distribuição não de todo seu lucro para ser dividido entre os funcionários, mas por exemplo uma porcentagem do lucro, faria talvez uma melhor distribuição da renda.

    Sonia Maria da Silva 2° ano de Economia

    ResponderExcluir

LEIA COM ATENÇÃO!

Este espaço é para você fazer o seu comentário sobre a postagem ou mesmo sobre o blog como um todo. Serão publicados todos os comentários a favor ou contra, desde que não contenham textos ofensivos.
Os comentários serão publicados até 24 horas após o envio.

Se você NÃO quiser se identificar, marque o seu perfil como ANÔNIMO e envie. Se você QUISER se identificar, marque o seu perfil como NOME/URL, escreva o seu nome no campo NOME e deixe o URL em branco e envie.