quarta-feira, 14 de outubro de 2009

BELO TESTEMUNHO SOBRE OS MALES DO CIGARRO

Encontrei no Blog da Tia Elo (Professora universitária da Faculdade Integrado) um belo depoimento sobre a experiência da blogueira depois que deixou de fumar e resolvi publicar na íntegra:

"Aproveitando minha semana ecologicamente correta e a grande campanha antifumo vamos tocar no assunto que fica no bolso (sim, o $$$ e o maço de cigarro!!! hehe, piadinha infame).

Como sou ex-fumante - se é que isso existe - posso falar mal e defender também.

Não me venha com essa que cigarro é ruim! Cigarro faz mal, mas quem fuma é porque acha o gosto bom! Depois do almoço, um cafezinho e um cigarrinho, ahhh! Em uma festa que você está meio deslocado sair e fumar... delícia! Até que o fiudumamãe te escraviza. Você sabe que faz mal, não tem mais fôlego, cansa até pra acordar, fede pra caramba e não consegue parar de fumar.

Hoje fico pensando de onde tirei tanta força de vontade pra parar. E as pessoas dando palpite então? Desde quando um problema que era meu, só meu, passava a ser dos outros também?

Conheço pessoas adorariam não fumar mas não conseguem, do mesmo jeito que outras não conseguem parar de falar mal dos outros, de mentir, de enganar, de comer doce. Hábitos são difíceis de mudar mesmo.

Agora que não fumo mais é como se a vida fosse outra. De verdade, a gente sente mais o gosto das coisas, os cheiros. E como o cigarro alheio incomoda!!! Ai que nojooo! Odeio que fumem perto de mim! E a bafeta de cigarro então? Ieeecaaaa, bleargh! E pensar que eu fedia assim também?!?

Outro dia fiz as contas de quanto eu estaria gastando se ainda fumasse, gente que absurdo! Tá muito caro fumar, e não poder sustentar o vício é demais pra minha integridade!

E essa lei antifumo? Que idéia legal! Eu nunca tinha pensado no quanto os garçons fumam sem querer, trabalhando, correndo pra
lá e pra cá e tendo que fumar o cigarro alheio.
Fico por aqui então lembrando que o cigarro causa um monte de doenças graves em quem fuma e em quem respira a fumaça.
Pra quem não fuma continue assim!
Pra quem fuma vou fazer uma prece, ok?
Bjooooooooooooooo"

2 comentários:

  1. Anderson Marcondes14 de outubro de 2009 06:17

    Conheço bem o assunto Maybuk, pois afinal fumei durante muitos anos (desde a adolescência) e hoje está completando 2 meses e 10 dias que não fumo. Como no depoimento, também quero ressaltar que é muito difícil deixar de fumar, aliás, é o vício mais difícil. Por exemplo, nas clínicas especializadas que tratam de pessoas dependentes de drogas (maconha, cocaíca, crack, etc), a maioria que consegue largar estes vícios acaba continuando com o cigarro, porque ele é a droga com maior poder de dependência e, é lícita. Mas como disse, não é fácil. Todos os dias ainda sinto vontade de fumar, mas objetivei parar e irei seguir firme neste propósito. Não existe remédio ou solução milagrosa para o cigarro, a primeira ação que se deve ter é a de "querer parar". Acho que não existe fumante que não tenha tentado parar (eu mesmo tentei uma porção de vezes), porém só obtém êxito aqueles que interiorizam este desejo e afirmem categoricamente: eu vou parar. É o primeiro passo.

    Grande Abraço,

    Anderson Marcondes

    ResponderExcluir
  2. Francielle 4º ano de Economia19 de outubro de 2009 09:26

    Entre muitas das escolhas que realizamos na vida, aqui se encontra uma: a opção de ser um fumante ou não. As vezes o simples fato de “por curiosidade” coloca muitos a um caminho que lhe trará péssimas conseqüências, como é o caso de quem experimenta o cigarro, droga de fácil acesso, vendida em muitos comércios, vicio constante.
    Meu avô fumava desde adolescente e por ironia de um infarto teve que optar pela sua vida ou o cigarro, então toda vez que sentia a ansiedade de fumar, substituiu por balas, e dia a pós dia foi vencendo o seu vicio, o que lhe acrescentou anos a mais de vida.
    Bem mas isso depende de cada um!
    “Corajoso quem fuma, vencedor quem abandona esse vicio!”
    Abraços

    ResponderExcluir

LEIA COM ATENÇÃO!

Este espaço é para você fazer o seu comentário sobre a postagem ou mesmo sobre o blog como um todo. Serão publicados todos os comentários a favor ou contra, desde que não contenham textos ofensivos.
Os comentários serão publicados até 24 horas após o envio.

Se você NÃO quiser se identificar, marque o seu perfil como ANÔNIMO e envie. Se você QUISER se identificar, marque o seu perfil como NOME/URL, escreva o seu nome no campo NOME e deixe o URL em branco e envie.