sexta-feira, 19 de junho de 2009

10 ANOS DE NUPEM E A NOVA FECILCAM

Sem querer ser repetitivo nas minhas considerações sobre o momento maravilhoso em que vive a FECILCAM, mais uma vez tenho que me manifestar a respeito de um fato que atesta o crescimento e o amadurecimento da nossa Instituição.

Hoje 19 de junho de 2009 quero tratar do NUPEM -Núcleo de Pesquisa Multidisciplinar da FECILCAM que completa este ano 10 anos de existência, muito trabalho e excelentes resultados. O Núcleo foi criado pela professora doutora Zueleide Casagrande de Paula e teve o comando dos professores: mestre Zilda Ferreira Leandro, mestre Elisângela Aparecida da Rocha e o dr. Frank Antonio Mezzomo. Não se pode esquecer de todos os membros do comitê que foram constituídos a cada ano e que fizeram um trabalho extraordinário.

O núcleo já realizou vários encontros de produção científica e tecnológica e por ele muitos alunos que participaram da iniciação científica, terminaram a graduação e foram diretos para o mestrado, fatos estes que deixam todos nós professores cheios de orgulho, pois muitos deles são oriundos de famílias humildes e só estudaram em escola pública.

No mês de maio de 2009 foram aprovados pelo núcleo mais 37 projetos que serão desenvolvidos no ano de 2010. Atualmente após um árduo trabalho, os estudantes recebem bolsas oriundas da Fundação Araucária, da própria FECILCAM e do IMEPE . Em informação de última hora, tive o prazer de saber que serão disponibilizados para nossa Instituição 8 bolsas do CNPQ - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

A comunidade FECILCAM e a população em geral talvez não tenha consciência do que significa receber as bolsas do CNPQ, mas posso garantir que essa prática somente acontece nas universidades, com raras exceções e para aquelas instituições de ensino superior chamadas de faculdades, que são diferenciadas na prática e ações , as quais já mereciam receber o título e as benesses das grandes universidades.

A FECILCAM no conjunto da obra, apesar das limitações e os problemas que enfrentam qualquer instituição de ensino superior tem dado exemplos de crescimento invejáveis e é reconhecida por isso. Recebemos nos últimos quatro anos, muitos recursos da Secretaria de Estado, da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, não só porque esta realmente foi uma gestão que se preocupou com o ensino superior no Paraná, mas também porque o governo do Estado sabe que o investimento na nossa Instituição, aliado ao desempenho de um grupo forte de professores, estudantes e agentes universitários, pode-se gerar muitos bons frutos.

A qualificação dos professores da FECILCAM aumentou significativamente após várias conclusões de doutorados e mestrados. Só o departamento de economia a que pertenço nos últimos meses, passou a ter mais 5 mestres e uma doutora. Nos outros departamentos também vários colegas tornaram-se mestres e doutores. Nessa linha de pensamento quero fazer um desafio aos alunos e aos professores titulados da FECILCAM:

Peço aos alunos que queiram um futuro melhor de vida mais digna e uma entrega na busca do saber e posterior contribuição com a sociedade, que procurem seus professores mestres e doutores para adentrarem na iniciação científica no ano que vem. Peço encarecidamente aos respectivos professores que façam um esforço no sentido de orientar o máximo possível de estudantes , pois com uma união entre aqueles que desejam pesquisar e aqueles que podem contribuir neste caminho, teremos uma FECILCAM mais forte e com certeza uma sociedade mais avançada.

7 comentários:

  1. Concordo com você, Maybuk. Estamos vivendo um momento muito importante para a FECILCAM e região por ela atendida. Houve uma grande caminhada no sentido de qualificação dos professores e de alunos interessados em continuar na carreira acadêmica. Tempo infértil aquele em que voltávamos do doutorado e muito pouco podia ser feito por sermos "faculdade" e não universidade.
    Quero registrar ainda que, embora pouco difundido e conhecido, o CELIN - Centro de Línguas da FECILCAM - tem contribuído muito também. Todos os que se prepararam conosco para ingresso no mestrado e doutorado, fazendo aulas de língua inglesa foram aprovados. Jefferson Voss, Letras e Celin, foi aprovado no Mestrado da UEM. Ontem, recebemos a notícia que a Juliana, ex-aluna de Geografia e com o curso do CELIN e algumas aulas instrumentais, foi aprovada no exame de suficiência da UEM. Parabéns a todos nós que damos nossa contribuição para que a FECILCAM brilhe cada vez mais e possa ser a nossa universidade tão sonhada!!

    ResponderExcluir
  2. Quero parabenizá-lo pela matéria. Precisa ser colocado para toda a comunidade a produção, extensão e qualificação do corpo docente da FECILCAM.O salto de qualidade que ela esta obtendo através do trabalho e dedicação dos trabalhadores dessa instituição.

    ResponderExcluir
  3. Reinaldo L. Ribeiro19 de junho de 2009 20:32

    Parabens Prof. Maybuk, fico feliz por nossa Faculdade ter seu trabalho reconhecido junto as grandes instituições. Ter bolsistas através do CNPQ, só vem demonstrar o empenho e dedicação do corpo docente para com seus graduandos. Desta forma, sugiro até o encaminhamento desta matéria aos veículos de comunicação da nossa comunidade.

    ResponderExcluir
  4. Zilmara T. C. Goncalves22 de junho de 2009 10:45

    Parabéns pela matéria Profº, é muito importante a divulgação dos trabalhos desenvolvidos por nossa instituição, e principalmente dos trabalhos desenvolvidos pelos acadêmicos inseridos no programa do NUPEM. Eu como uma ex-aluna e pesquisadora do NUPEM, posso dizer da enorme contribuição que fazer parte dessa equipe de pesquisa traz para nosso conhecimento. Parabéns ao professores orientadores e ao acadêmicos que fazem parte dessa equipe.

    ResponderExcluir
  5. Caro professor Maybuk, estou um pouquinho longe de Campo Mourão, mas tenho acompanhado, assim como outros colegas que se formaram na FECILCAM, este excelente momento pelo qual passa a nossa querida faculdade, e isso nos enche de orgulho.
    Tudo o que tem sido realizado na instituição e no Núcleo de Pesquisa Multidisciplinar-NUPEM, por meio do trabalho sério dos professores, funcionários e direção coloca a FECILCAM no patamar das grandes instituições de ensino superior do país, isso confirma-se pela conquista de bolsas CNPQ de Iniciação Científica.
    Isso tudo é resultado do trabalho coletivo que tem sido realizado e fico muito feliz por ter podido fazer parte desta história, a qual foi fundamental também para minha formação como educadora e pesquisadora. Parabéns pelo Blog.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela matéria. É importante valorizarmos os avanços em vez de ficarmos sempre observando somente o que está faltando. Da mais ânimo a caminhada. É relevante divulgar a comunidade interna e externa o grande desenvolvimento ocorrido no campo da pesquisa nos últimos anos e os benefícios dessa prática para a sociedade.

    Dalva

    ResponderExcluir
  7. Juliana C. Gonçales8 de julho de 2009 19:49

    Juliana 4° ano Economia
    Achei super interessante e concordo com a matéria. De fato o Nupem tem exercido um papel fundamental para os acadêmicos e vale mesmo a pena aqueles que ainda não se ingressaram fazer parte deste projeto da Fecilcam, pois por meio dele podemos ampliar nossos conhecimentos com pesquisas e desenvolvimento de projetos e, como dito na matéria, ter oportunidades futuras melhores, como ex-alunos da Fecilcam (formados)que hoje já estão em um Mestrado.

    ResponderExcluir

LEIA COM ATENÇÃO!

Este espaço é para você fazer o seu comentário sobre a postagem ou mesmo sobre o blog como um todo. Serão publicados todos os comentários a favor ou contra, desde que não contenham textos ofensivos.
Os comentários serão publicados até 24 horas após o envio.

Se você NÃO quiser se identificar, marque o seu perfil como ANÔNIMO e envie. Se você QUISER se identificar, marque o seu perfil como NOME/URL, escreva o seu nome no campo NOME e deixe o URL em branco e envie.