sexta-feira, 1 de agosto de 2008

FINANCIAMENTO HABITACIONAL, CONSTRUÇÃO CIVIL E AQUECIMENTO DA ECONOMIA

Sou professor de economia e isso me obriga a ficar antenado em notícias, reportagens, entrevistas, tanto na televisão quanto na internet. Esta última quando posso, acesso de hora em hora.
Li uma entrevista muito interessante CLIQUE AQUI sobre os financiamentos da caixa econômica federal para a habitação, que é sem dúvida, felizmente, um dos melhores instrumentos utilizados como política econômica pelo governo federal . O destaque é que a Caixa Econômica Federal liberou R$ 9,1 bilhões para financiamentos habitacionais durante os primeiros seis meses do ano de 2008. O valor é 34% superior ao montante de crédito concedido no mesmo período de 2007 – quando foram emprestados R$ 6,8 bilhões. Segundo o vice-presidente da instituição, Jorge Hereda, o dinheiro beneficiou 425.922 pessoas. Os negócios envolvem 201.956 unidades habitacionais e possibilitaram a criação de 473.645 empregos.
Existe também a expectativa de se financiar 630 mil imóveis este ano. O valor médio do imóvel financiado com recursos da caderneta de poupança gira em torno de R$ 154 mil, para famílias com renda entre R$ 3 mil e R$ 5 mil. Já para as famílias com renda em torno de R$ 1,9 mil, o valor médio do imóvel financiado com recursos do FGTS é de R$ 60,5 mil. Os prazos podem chegar a 30 anos, mas a média está entre 15 e 20 anos.
Para os que ganham até 5 salários mínimos existe um Fundo de Garantia, quanto menor a renda maior o subsídio não retornável e pode chegar até a R$ 14 mil. Se a casa for de R$ 25 ele recebe este valor mas o financiamento é só da diferença entre R$ 25 mil e R$ 14 mil.
Estas informações são muito interessantes e não são utopia. Outra grande vantagem é que o financiamento habitacional ativa a construção civil. Esta semana assisti uma reportagem sobre a construção civil de Londrina em que está faltando material de construção e os responsáveis de obras têm que fazer planejamento para não deixar faltar material para não atrasar as entregas de obras e a reportagem dizia que com o atual aquecimento da economia nunca se construiu tanto. E na seqüência divulgaram imagens de uma fábrica de tijolos trabalhando a todo vapor.

Percebe-se que a cadeia da construção civil é muito grande, tem uma vantagem de poder empregar pessoas com pouca qualificação; ativa o comércio de materiais de construção; ativa as indústrias fornecedoras; ativa o transporte; ativa os prestadores de serviços de toda a espécie, vendedores imobiliários, engenheiros civis, arquitetos, economistas e o principal, ajuda a dinamizar a economia como um todo, pois quando se vê alguém construindo é sinal de prosperidade. Aliás, construções novas necessitam de móveis novos. Uma casa ou apartamento novo não combina com sofá rasgado, estante torta, armário sem gaveta e outros tarecos velhos, tem que comprar coisa nova para combinar e aí, ativa-se toda essa cadeia de produtos também.

Um comentário:

  1. RUBENS VIEIRA LOPES4 de agosto de 2008 19:26

    Sem dúvida a construção civil está bastante aquecida e os benefícios são muitos. Talvez o maior seja a geração de empregos, até porque, como é medida,há uma evidência maior. Mas como comentado na matéria, há uma série de benefícios decorrente do aquecimento deste mercado: senão vejamos: O brasileiro tem uma tendência a possuir sua casa própria. Isto traz entre outras coisas, segurança. Mas possuir uma residência digna traz auto-estima, traz saúde, que gera bem estar etc. Acredito que o Governo Federal tem acertado bastante na destinação de recursos, especialmente do FGTS, que visa atender prioritariamente a população de baixa e média renda. Exemplo são os emprendimento coletivos no Paraná inclusive na região da Comcam, onde, graças às parcerias Governos Federal(Caixa), Governo Estadual(Cohapar)e Municípios foi possível constuir emprendimentos habitacionais a preços e juros baixos. Exemplo são casas construídas em Campo Mourão e diversos Municípios da região custando pouco mais de Dois mil reais ao mutuário final(custo total, inclusive com documentação)

    ResponderExcluir

LEIA COM ATENÇÃO!

Este espaço é para você fazer o seu comentário sobre a postagem ou mesmo sobre o blog como um todo. Serão publicados todos os comentários a favor ou contra, desde que não contenham textos ofensivos.
Os comentários serão publicados até 24 horas após o envio.

Se você NÃO quiser se identificar, marque o seu perfil como ANÔNIMO e envie. Se você QUISER se identificar, marque o seu perfil como NOME/URL, escreva o seu nome no campo NOME e deixe o URL em branco e envie.