quinta-feira, 17 de outubro de 2013

0,7% DA POPULAÇÃO MUNDIAL DETÉM 41% DE TODA A RIQUEZA DO MUNDO. É MOLE OU QUER MAIS?

0,7% da população mundial detém 41% de toda a riqueza do mundo. É mole ou quer mais.

Sou um economista político e desde o meu trabalho final de graduação, meu enfoque principal é distribuição de renda e riqueza.  Penso que de nada adianta toda a evolução do mundo, se uma situação de brutal concentração de riqueza continuar no mundo. Com certeza novos e novos naufrágios de africanos continuarão acontecendo, é uma pena. CLIQUE AQUI para ler.

10 comentários:

  1. A desigualdade Social é um dos Grandes Problemas do Mundo, onde poucos possuem muito, e muitos não possuem quase nada, enquanto alguns desfrutam das mordomias, prazeres e desperdícios que o dinheiro pode dar, outros passam fome, sede e estão doentes... Diego Vieira 2 ° ano de Ciências Econômicas

    ResponderExcluir
  2. Gedilaine Ritter - 2º ano Econ.17 de outubro de 2013 18:30

    A desigualdade social é um enorme problema que o mundo todo enfrenta: poucos com muito e muitos com tão pouco, essa grande injustiça pode ser observada bem de perto no nosso país (assim como nos demais países), onde aqueles que estão no poder e que deveriam contribuir para melhoria da qualidade de vida de todos estão cada vez menos preocupados com seu principal dever e mais preocupados em fazer parte desse grupo de "poucos que tem muito", é por esse motivo que sai governo e entra governo e essa questão da desigualdade nunca muda...

    ResponderExcluir
  3. JORGE GUILHERME DE PAULA WALTER NETO - 2º ANO DE C. ECONOMICAS17 de outubro de 2013 18:46

    O pilar do capitalismo industrial, sustentado pelas religiões protestantes, sempre foi o de acumular renda. Com o passar dos anos, tal situação aconteceu, com os que já tinham tendo cada vez mais e os que nada tinham permanecendo estagnados. Sobrevivendo a diversas crises, hoje, o capitalismo se mostra sobrevivendo apenas da falta de informação que o mesmo pode proporcionar, comprando eleições, canais de televisão e meios de comunicação em geral, visando perpetuar a propriedade privada, bem como a alienação do trabalhador que garante o acumulo de capital. A questão que fica é, quando os indivíduos vão, e se um dia vão, se libertar da necessidade imposta pelo sistema do consumo, quando vão se unir e parar de competir entre si em prol de um retorno tão insignificante quanto um salário que garante somente sua sobrevivência? Pois no sistema da crise, a mesma só atinge de fato, quem menos tem, e quem menos tem, no caso, é quem mais alimenta o sistema.

    ResponderExcluir
  4. Está desigualdade que existe, nos dias de hoje, não irá ser desfeita tão cedo, pois cada vez mais as pessoas pensão em si próprias, e não se importam com as outras, e não adianta mudar a forma de governo, pois estas desigualdades ja fazem parte da formação econômica do mundo. E sempre haverá aquele que sempre vai ter mais que os outros, por algum motivo !!!!!!!!!
    Camila Lauize Silva 2º Ano Economia

    ResponderExcluir
  5. Então muito bom o que o senado aprovou em contratar mais médicos para as pessoas brasileiras, mas na minha opinião o governo deveria não deixar faltar mais remédios nos postos de saúde e também dispor de novos equipamentos para a saúde, porque as pessoas pagam caro para poder fazer exames médicos e a gente paga muito imposto então o governo deveria melhora nesta parte

    ResponderExcluir
  6. Willian Fonseca Ribeiro 2 Ano de Ciências Econômicas
    Então muito bom o que o senado aprovou em contratar mais médicos, mas na minha opinião o governo deveria investir mais na saúde também não deixar faltar mais remédios nos posto de saúde e também investir mais em novos equipamentos para as pessoas mais carentes, porque a gente paga tanto imposto e as o pessoas pagam caro para fazer exames no particular, dessa forma fica ai para o governo pode cada vez melhorar a saúde do nosso país

    ResponderExcluir
  7. ola professor Sérgio Luiz Maybuk Aqui e o Willian Fonseca Ribeiro do 2 Ano de Ciências Econômicas então professor eu comentei no seu blog ontem mas nao vi meu comentario por enviei de novo acabei mandando dois um e porque esqueci de colocar o meu nome por isso enviei dois

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podemos destacar que nos países com maior grau de riqueza é o que investi la atras em educação, tendo uma boa educação tudo é melhor, diante desta fato não se fala só em cultura mas sim me educação financeira, o que levou essa pequena parte da população do ser rica. Exploração da mão de obra, tomadas de terras passada de geração em geração, uma pequena parte é aquele que teve um boa ideia de inventar algo que todos utilizamos, mas o grande foco que aborda esta reportagem é o desemprego, primeiro eu digo pelo uso da tecnologia que substitui a mão de obra, fazendo assim os grandes empresario a maximizar seus lucros ainda mas. E gerando a desigualdade tudo levado pela falta de cultura e educação quem é a classe mais afetada é quem, onde tem grande concentração de riqueza a pobreza.

      Excluir
  8. Podemos destacar que nos países com maior grau de riqueza é o que investi la atras em educação, tendo uma boa educação tudo é melhor, diante desta fato não se fala só em cultura mas sim me educação financeira, o que levou essa pequena parte da população do ser rica. Exploração da mão de obra, tomadas de terras passada de geração em geração, uma pequena parte é aquele que teve um boa ideia de inventar algo que todos utilizamos, mas o grande foco que aborda esta reportagem é o desemprego, primeiro eu digo pelo uso da tecnologia que substitui a mão de obra, fazendo assim os grandes empresario a maximizar seus lucros ainda mas. E gerando a desigualdade tudo levado pela falta de cultura e educação quem é a classe mais afetada é quem, onde tem grande concentração de riqueza a pobreza.

    ResponderExcluir
  9. Realmente um dos problemas que mais afetam o mundo hoje é a desigualdade social. Ela está presente em quase todos os países do mundo. Principalmente pelo motivo de distribuição de renda, onde se concentra muito na mão de uns e nada na mão de outros, e com isso geram outras desigualdades, pois se a pessoa tem dinheiro para uma consulta particular ela é atendida muito mais rápido e tem um determinado tipo de tratamento que com certeza quem irá fazer pelo sus não terá. Entre outros problemas como moradia, educação, segurança pública, desemprego etc. De fato é uma situação bastante delicada.

    JANAÍNA APARECIDA ALMEIDA DOS SANTOS
    2º ANO DE ECONOMIA

    ResponderExcluir

LEIA COM ATENÇÃO!

Este espaço é para você fazer o seu comentário sobre a postagem ou mesmo sobre o blog como um todo. Serão publicados todos os comentários a favor ou contra, desde que não contenham textos ofensivos.
Os comentários serão publicados até 24 horas após o envio.

Se você NÃO quiser se identificar, marque o seu perfil como ANÔNIMO e envie. Se você QUISER se identificar, marque o seu perfil como NOME/URL, escreva o seu nome no campo NOME e deixe o URL em branco e envie.