quarta-feira, 19 de agosto de 2009

MAIS 150 PROJETOS DO UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS

O maior programa de extensão universitária do Brasil, que está servindo de modelo para a França, idealizado pela grande secretária professora Lygia Lumina Pupatto, está lançando mais 150 projetos conforme matéria abaixo:


O programa Universidade Sem Fronteiras, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, abriu edital para financiar mais 150 projetos de três subprogramas: Ações de Apoio à Saúde, Incubadora dos Direitos Sociais e Apoio às Licenciaturas, todos por um período de 14 meses.

As bolsas serão pagas mensalmente. Para orientadores o valor será de R$ 483; para recém-formados, R$ 940; e para alunos de graduação, R$ 300. A apresentação das propostas pode ser feita até o dia 18 de setembro. A análise e seleção das propostas serão realizadas de 21 de agosto até 25 de setembro.


O subprograma Ações de Apoio à Saúde contemplará 30 projetos, sendo que cada um terá duas bolsas de orientação, duas para profissional recém-formado e três para alunos de graduação. O subprograma Incubadoras dos Direitos Sociais financiará 40 projetos, que terão cada um três bolsas de orientação, duas para recém-formados e seis para alunos de graduação.

Já o subprograma de Apoio às Licenciaturas financiará 80 projetos, cada um com três bolsas de orientação, uma para recém-formado e cinco para alunos de graduação.

O programa de Extensão Universitária Universidade Sem Fronteiras reúne os seguintes subprogramas: Apoio às Licenciaturas; Incubadora dos Direitos Sociais - Apoio aos Núcleos da Infância e da Juventude - Núcleos de Monitoramento de Penas Alternativas, Diálogos Culturais, Apoio à Agricultura Familiar; Apoio à Pecuária Leiteira; Apoio à Produção Agroecológica Familiar; Extensão Tecnológica Empresarial e Ações de Apoio à Saúde. Os projetos apresentados devem, prioritariamente, envolver a população residente em municípios de baixo Índice de Desenvolvimento Humano ou em regiões periféricas das cidades paranaenses.

O programa Universidade Sem Fronteiras, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, abriu edital para financiar mais 150 projetos de três subprogramas: Ações de Apoio à Saúde, Incubadora dos Direitos Sociais e Apoio às Licenciaturas, todos por um período de 14 meses. As bolsas serão pagas mensalmente. Para orientadores o valor será de R$ 483; para recém-formados, R$ 940; e para alunos de graduação, R$ 300. A apresentação das propostas pode ser feita até o dia 18 de setembro. A análise e seleção das propostas serão realizadas de 21 de agosto até 25 de setembro.


O subprograma Ações de Apoio à Saúde contemplará 30 projetos, sendo que cada um terá duas bolsas de orientação, duas para profissional recém-formado e três para alunos de graduação. O subprograma Incubadoras dos Direitos Sociais financiará 40 projetos, que terão cada um três bolsas de orientação, d uas para recém-formados e seis para alunos de graduação. Já o subprograma de Apoio às Licenciaturas financiará 80 projetos, cada um com três bolsas de orientação, uma para recém-formado e cinco para alunos de graduação.

O programa de Extensão Universitária Universidade Sem Fronteiras reúne os seguintes subprogramas: Apoio às Licenciaturas; Incubadora dos Direitos Sociais - Apoio aos Núcleos da Infância e da Juventude - Núcleos de Monitoramento de Penas Alternativas, Diálogos Culturais, Apoio à Agricultura Familiar; Apoio à Pecuária Leiteira; Apoio à Produção Agroecológica Familiar; Extensão Tecnológica Empresarial e Ações de Apoio à Saúde.

Os projetos apresentados devem, prioritariamente, envolver a população residente em municípios de baixo Índice de Desenvolvimento Humano ou em regiões periféricas das cidades paranaenses.

Atenciosamente,
Assessoria de Imprensa Fecilcam
Larissa Bortolli Menezes - Jornalista Mtb 7449 DRT-PR

2 comentários:

  1. MARCOS DE OLIVEIRA 2° ANO DE ECONOMIA22 de agosto de 2009 16:03

    Quero parabenizar, a Fecilcam e a pela Secretaria de Estado da Ciência,pelo programa Universidade Sem Fronteiras,que alem de beneficiar as cidades onde é implatado o programa, fazendo que aumente o crescimento economico das mesmas, e alem disso da oportunidade pra estudantes universitarios e alunos recem-formados. Parabens.

    ResponderExcluir
  2. PROFESSOR POR ENGANO ACHO QUE COLOQUEI 2° ANO DE ECONOMIA NO MEU COMENTARIO POR FAVOR DESC0NSIDER. É QUARTO ANO . VALEW. BOM FINAL DE SEMANA.
    MARCOS DE OLIVEIRA4° ANO ECONOMIA.

    ResponderExcluir

LEIA COM ATENÇÃO!

Este espaço é para você fazer o seu comentário sobre a postagem ou mesmo sobre o blog como um todo. Serão publicados todos os comentários a favor ou contra, desde que não contenham textos ofensivos.
Os comentários serão publicados até 24 horas após o envio.

Se você NÃO quiser se identificar, marque o seu perfil como ANÔNIMO e envie. Se você QUISER se identificar, marque o seu perfil como NOME/URL, escreva o seu nome no campo NOME e deixe o URL em branco e envie.